12.3.11

Vou te contar, Glorinha,

a vida é tão engraçada! Há dias, semanas, meses tão cheios de acontecimentos! E depois chegam épocas de calmaria, de esquecimento... Períodos em que as criaturas e as coisas parecem não ter o mesmo sentido. E eu não sei se nesses tempos, quando o vazio é muito grande, se eu sinto saudade das coisas que já foram, ou se o que me falta é o que ainda virá.

5 comentários:

Jeniffer Haddad disse...

Pior que é verdade.

Sara R. Carneiro disse...

Eita Rutinha, tá cada dia melhor nesse lance de me descrever. rs
Eu já estava com saudades da Glorinha, e mais uma vez a conversa entre vocês me fez muito bem. Parabéns, lindo texto. *-*

Sara R. Carneiro disse...

Rutiiinha, tem selo pra ti lá no meu blog
http://sara-rsc.blogspot.com/p/selos.html
Com mt mt carinho *-*

Gaby Soncini disse...

Eu gostei tanto que vai para o meu caderninho de citações.

Lindo *__*
Também tenho essa dúvida dentro de mim, se é pelo que foi, ou se é pelo que virá.

Grande Beijo!

disse...

acho que o que me falta são as coisas que ainda não tenho, fazendo um buraco no peito.