18.1.11

Fagulha

Ah, Glorinha, mas você sabe: muita gente se acomoda quando alguém diz que se essa é a lógica das coisas, é impossível mudá-la. Mas "impossível" é um palavrão que pessoas pequenas usam pra te insultar quando você quer muito tocar uma estrela. Ou ter um amor. E, olha, por menor que seja a fagulha de esperança, ainda há. E se há...
Mas eu não acredito nessas pessoas. E os medos que a gente pensa que tem, são apenas monstros imaginários que tentam espantar os bons sonhos. Os meus medos, antes assoladores, agora assumem o leme e além! Além!  Por isso que, pra mim, não tem isso de impossível ou complicado demais. E eu ainda prefiro os relacionamentos sem intenções, sem julgamentos e sem desconforto. Porque eu acho que um grande amor só pode nascer, e crescer, e nunca morrer, se surgir de um bom amigo.

9 comentários:

Sara R. Carneiro disse...

Impossivel é só questão de opinião, como já diz aquela música que eu gosto. Lindo texto Rutinha. Encontro nas tuas palavras uma simplicidade e uma profundidade sem igual. Parabéns ;D

Calango! disse...

Tô contigo e não abro!

Rodolpho Padovani disse...

O impossível é questão de opinião e basta uma fagulha para acender toda a chama.

Tem selo pra ti lá no blog.

Bjs =)

Pitta disse...

Uma moça nada superficial :)

Douglas Thaynã disse...

Vários selos pra você, Rute, lá no Sangue e Solidão.

http://sangueesolidao.blogspot.com/p/selos.html

M. [doc] B. disse...

- Monstros imaginários que tentam espantar os bons sonhos. -

Muito belo, menina! (=

Amanda Tintino disse...

O amor sempre surge de um bom e grande amigo. Belo texto.
Bjos

Laiali Safa disse...

Bonito texto. foi vc que escreveu?
Adorei o blog, tô seguindo, segue de volta plz? Rumo aos 500 seguidores õ/
http://laialisafa.blogspot.com/
Obrigada ;D
Bjos

Eduardo Carolino disse...

Não tenho nada a dizer, só os meus agradecimentos por ler algo tão fantástico.

Abraço, Rutinha.