1.5.10

Eu sobre mim II

Conheci o Orlando um dia desses no ônibus.
Ele teve pena de mim quando me viu falando sozinha.
Então, sentou do meu lado e começou a conversar. E até hoje eu escrevo cartas pra o Orlando.

3 comentários:

GABRIEL, gustavo disse...

Uma vez eu conheci um Orlando

Ele me ensinou a ser cara de pau.

Ah, velho Orlando...

Mariana Felipe disse...

É seu amigo imaginário ?

Rute Vieira disse...

siiiiiiiim! :D