24.5.10

Glorinha-doce

Quando Glorinha era pequena e só podia espiar o mundo pelas grades do portão, via sempre um velhinho passando na rua e gritando: Olha o aaaaaaaaaaaaalgodão-dôce!
Um dia a Glorinha resolveu sair e entrar na fila das crianças que também esperavam pelo algodão. Ficou esperando o velhinho transformar acúcar em nuvens, acúcar em mágica, em carinhos... Achou que o velhinho era um empregado de Deus pra fazer nuvem docinha aqui na Terra.
Quando ficou pronto mal podia acreditar! Pegou o algodão e sentiu-se tão perto das nuvens que achou que estava caminhando no céu.
Ela já ia longe quando o velhinho gritou: Ô Gloriiiiiiiiiinha, mas e o dinheiro!?
Glorinha virou e respondeu: Não, seu moço! Não precisa de dinheiro não! Só o algodão-doce já tá ótimo, já tá bom demais!
O velhinho deu risada e respondeu: É mesmo né, Glorinha? Só o algodão-doce já tá ótimo, já tá bom demais!

14 comentários:

Sara F. ♣ disse...

ah, que texto doce *-* -rs
ficou lindo rutiinha. simples e incrivelmente lindo (: parabéns. bgs :*

Rodolpho Padovani disse...

Haha, bem esperta essa Glorinha...
Gostei bastante do texto, me fez sorrir no final, td o q bastava para ela naquele momento era o algodão doce, as vezes temos isso também, qdo pequenas coisas se tornam de grande importancia para nós...

Bjs...

Rodolpho Padovani disse...

Haha, bem esperta essa Glorinha...
Gostei bastante do texto, me fez sorrir no final, td o q bastava para ela naquele momento era o algodão doce, as vezes temos isso também, qdo pequenas coisas se tornam de grande importancia para nós...

Bjs...

Tatsch , disse...

Rute e sua criatividade maravilhosa. Que Senhor venha sempre te abençoar com seus textos :) s2

Marina disse...

Gostei da Glorinha. Esse texto fez meu dia!

Calango! disse...

Glorinha caloteira. Garotinha sincera, sonhadora, inocente... e caloteira! Gostei do texto. Glorinha existe mesmo, ou ja existiu?

Rafa disse...

que texto fofo, adorei (:

bjs ;*

http://imaginarium96.blogspot.com/

Polyana disse...

KKKKKKKKKKKKKKK, só você mesmo para bolar essas historinhas mais-que-profundas Rute! Adorei a Glorinhas, mas será que o velhinho do pão que passa aqui por casa, terá a mesma reação comigo? penso*

Amei, esse ttexto fez minha noite +2.

Bruna Amorim disse...

aaaaaaaaaai que vontade de comer algodão-doce q deu agora ): ahahaha ta lindo o blog, e o texto é um doce realmente como a Sara falou! ahaha beijos

GABRIEL, gustavo disse...

Putz, eu já fiz algo parecido com isso.

Prefiro não comentar essas histórias da infância. xD

Glorinha, uma graça de menina.

Rute Vieira disse...

Glorinha pode ter sido (ou ser) eu ou você xD

Rute Vieira disse...

Poly, Poly! Tenta! Tenta e me diz o que aconteceu! (Nem que seja aquela ligaçãozinha que você tem direito na delegacia AUSHAISHAU)

Yuri Padilha disse...

Tem que eleogiar de novo?

Deixe de falsa modéstia!

=)

Polyana disse...

Olha, quando ele passar por aqui eu tentarei, e se eu matar minha curiosidade de cadeia, ligo para você. :p

*Ainda acho que o rapaz do algodão doce será mais simpático, ou o dá pipoca quem sabe.