7.8.10

Crônica de aniversário

Todas as pessoas são boas em alguma coisa. E por serem boas naquilo que fazer, ocupam uma cadeira no mundo, feita sob medida. Mas se The Beatles só existia agora no disco de vinil do colecionador, e se Pelé só entra em campo pra assistir jogo, como é que ela, uma menina feita de palavras, conseguiria sobreviver ao tempo e ao esquecimento? De que forma fugiria das borrachas e lixeiras que insistem em apagar a história escrita durante tantos anos?

Quis muito ser boa em alguma coisa, mas sempre que tentava algo novo os defeitos que possuía impossibilitavam-na de preenher uma cadeira sem que faltasse ou soubrasse alguma coisa. Então um dia resolveu sair de casa e procurar uma cadeira qualquer que pudesse preencher. A primeira cadeira era muito alta, e não pôde subir. Voltou pra casa chorando, encharcada de lágrima. Mas não desistiu! No outro dia, tentou novamente. Mas havia cadeiras altas, baixas, largas e estreitas, nunca uma que se encaixasse perfeitamente. E voltava sempre pra casa chorando, encharcando as suas roupas.

Até que, certo dia, não pôde mais sair de casa. Todas as suas roupas estavam no cesto de roupa suja! Então pegou as roupas manchadas de lágrimas, e levou para o quintal. Um passarinho a espiava, enquanto ela expiava os seus pecados. Foi quando lavou todas as suas roupas, tanto e tanto, que ficou muito cansada e deixou-se cair. Sentou no chão, e logo percebeu que ele a acolhera apesar das suas formas, dos seus defeitos. E que ela poderia não ter uma cadeira feita sob medida, mas tinha todo esse chão, e todas essas flores dispostas a lhe acolher. Então ela preencheu o seu lugar no mundo. E desde agora, e para sempre, lava suas roupas manchadas de histórias. E estende, pacientemente, uma a uma, as Roupas no Varal.

P.S.: 1 ano do meu bloguito! Acho que eu não esperava chegar até aqui. E nem sei se vou continuar. Mas, deixa rolar! :b

10 comentários:

Anônimo disse...

Lindo texto!

Anônimo disse...

Muito lindo o texto , sempre mexe comigo ta nos meus favoritos *-*

Marina disse...

Ah, eu amo esse tipo de texto Rute. Eu amo o seu tipo de texto. Meio maluco, meio ingênuo e muito fofo!
Parabéns pelo 1 ano de blog! E saiba, você ainda tem muuuuuita roupa pra lavar. Então, arregace as mangas e vá para o tanque.
Que Deus te abençoe.
Beijão!

Rodolpho Padovani disse...

Seus textos sempre me relaxam, me fazem sentir na cena, espiando tudo por uma janela, bem de pertinho e eu adoro isso.
1 ano de blog não é pra qualquer um não, nem todos conseguem manter um blog por esse tempo que até pode parecer pouco, mas não é, parabéns por tê-lo feito divinamente e que venham os próximos anos.

Bjs =)

GABRIEL, gustavo disse...

Bem, nós esperamos que você fique conosco por aqui por muito mais tempo que Deus permita.

Raio de sol, um beijo na testa.

Sara Carneiro disse...

E que venham mais anos! Nesse tempo que acompanho teu blog, você se mostrou ótima com as palavras e pelo visto, lavar roupas não é pra qualquer um. bom, pelo menos, não como você lava :D Parabéns Rutinha, que Deus te abençoe e te dê sabedoria. Beijos.

Jéssica Trabuco disse...

acho que só por ser jah ocupamos um lugar no mundo ;)

Adrieli disse...

Que suas roupas sujas nunca acabem, que você tenha disposição para lavá-las e que todo dia tenha sol para que você as estenda! Um ano de Roupas no Varal! *-*

Babi Leão disse...

Parabens para voce e para o seu bloguitooo ! Que voce nunca pare de encantar as pessoas com as suas roupas limpinhas no varal !

Um beijaao !

Polyana disse...

Parabéns Rute! Realmente, 1 ano não é pouco, não. Você merece não apenas parabéns, mas também um "muito obrigado", por todos os seus textos inspiradores e suaves.

Que Deus te ilumine e te ajude a lavar todas as roupitas com a competência de sempre! (:

um beijão.